segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Depois de...

... ter começado a noite com alguns destes

(aaaah a bela sangria!!!)
... e mais alguns destes...

a noite fica sempre muito mais... quente! 
- já que estava um frio do caraças e nós de top's a exibir os atributos!!!

Estava difícil (sim difícil) mas lá conseguimos ficar alegres (eu e a amiga). No destino final, demos várias voltas ao recinto (facto único que deve explicar só por si, o facto de a minha amiga ter acordado enjoada!!!) e confraternizamos alegremente com a fauna local. (Vá lá, eu não sou mazinha, mas neste relato apetece-me este adjectivo).

Eu, depois de me ter focado em muita coisa, sem me ter focado especialmente em nada (!!!) lá resolvo puxar das minhas armas de femme fatal.
Isto, para fazer algo que eu já não fazia desde os meus... talvez 17 anos! (Bolas, eu devia estar muito mais alegre do que me parecia na altura!!!) Ora que consistia portanto de galar gajos em linha!!!!
É muito mais pratico e consiste unicamente de fazer interessar, os gajos que estão na mesma linha, mas a distâncias diferentes! Básico, suponho. Isto já que não podia colocar numa linha todos aqueles que me interessariam! Interessante, mas virtualmente impossível!
E talvez até pouco engraçado, já que a brincadeira não me durou mto tempo e vendi logo à 2ª licitação!
(ou eu estava muito bêbeda ou ele era mesmo giro!!!)

Ao fim de alguns minutos, sou resgatada pela minha amiga da minha contemplação da linha do horizonte, já que a minha presença era requerida na linha de consumo ávido de shots, subsidiados por um manifesto admirador (junior, mto junior!) da minha amiga.

Ora, não fosse o diabo tecê-las, assim que me liberto da difícil tarefa, dou uma olhada nos meus dois pretendentes abandonados (naturalmente, só 1 pretendido, até àquela altura!). Eis que sou cumpricopada (cumprimento de copo - aaaaah a sensualidade masculina!!!) pelo sapo eleito.
Agora que faço 1 pequeno esforço... é engraçado mas não faço a mais pequena ideia de qual terá sido a bacorada nº1 com que fui brindada!!!...

Mas era homem!
Daqueles que sabia o que queria...
...e queria-me a mim!

E eu queria-o a ele! Mas não naquele dia.
90% da piada da sedução, está no flirt em si.
Por outro lado, a pior queca que se dá com alguém, é sempre a primeira! Assim, mas porque diabo, ia eu sair daquela posição tão absurdamente fantástica em que me encontrava?!

Dei inicio à tortura.
Quando lá ele achou que tinha quebrado o gelo dele

(nestas coisas aprendi a ter muito cuidado com os homens, para não se assustarem às primeiras! Precisam de criar à-vontade e mais uma quantidade enorme de merdas que os façam ter confiança neles próprios!!! Não melhorem essa merda, que a espécie está lixada!!! E é que nem é auto-estima, porque a maioria acha-se relativamente bem, mesmo quando não estão. É mesmo a porra da iniciativa! Eu, gaja-kamikaze, arrisco quando acho que devo arriscar, mesmo sem 1 sinalzinho de aceno positivo em como a coisa me vai correr bem, PORTANTO ESPERO NADA MENOS QUE ISSO DE CADA HOMEM!! FAÇAM-SE À VIDA!! Raio de merda dos homens de hoje...)

...faço o reconhecimento do corpo dele com as pontas dos meus dedos. Só com as pontas, mas usando todos os dedos... E lá estava eu, ao som de qlqr-coisa-ibiza a percorrer os peitorais dele, fazendo o cuidado de passar pelos mamilos (não sei porquê, mas gosto sempre de brincar com os pequenitos cabides), percorrendo o peito, os biceps (Simmm, ele tinha peitorais e biceps!!!! - breve momento de excitação pré-pubere!), o pescoço... para pousar ao mesmo tempo as minhas mãos na nuca e no maxilar para o puxar para 1 beijo. E depois outro.

Ele: Já viste onde é que nós estamos?! Já não temos idade para isto!
Eu: A química é fodida!...

Queria de facto dizer mais qualquer coisa, mas o som não permitia que eu sequer me ouvisse a pensar!!! Então beijei-o de novo. E ele começa a não conseguir tirar as mãos de cima de mim. Eu sinto-o reservado e contido e ouso passear pelo rabiosque dele. Para o chocar... Ou para ver se se chocava... mas ele não aproveitou a dica para fazer o mesmo! "estava muita gente a ver!"

Continuou reservado.
Gosto de quando um homem é uma surpresa!
Eu gosto de surpresas. Pelo menos das boas!

Já não sei quem beijava quem, mas qualquer coisa me fez cancelar-lhe os previlégios adquiridos!
Mas apenas para voltar à carga com mais força!!
Ele estava a um palmo da parede e aproximo-me dele para ficarmos a falar (na medida do possível) a 2 cm de distância, a minha boca da dele.
Aproveito para passear os meus dedos por ele. Desta vez só com uma mão, caminhando com dois dedos por ele, parando, fazendo desenhos com a ponta do dedo no peito dele... paro e olho para ele. Empurro com força contra a parede para o prender no meu beijo. E nisto as minhas mãos já se passeiam por quase todo o lado.

Ele: Tu deixas-me doido!
Eu: Mal sabes tu onde te meteste!...

Pegou em mim e levou-me lá para fora. Acho que a temperatura já estava muito quente. Sentou-se e puxou-me para ele. Agarrava-me com força e eu gosto disso. Esclareceu-me que "já não somos duas crianças" e eu esclareci-o que se o único objectivo dele era esse, estava a perder tempo!

Ora, estava eu tão bem a curtir o meu flirt!!! Não ia cortar o meu barato para começar a gerir problemas do género "na-minha-casa-nem-pensar/no-carro-muito-menos/Tu-moras-longe-e-não-me-apetece-ir-para-lá".
De qualquer forma, o problema não se punha!
Estava oficialmente bêbeda, a primeira vez em muitos meses e toda a gente sabe que isso ANESTESIA.
E eu gosto de curtir as minhas quecas!
Portanto estaria sempre fora de questão.

Além de que, foi coisa que nunca me aconteceu! Verdade, verdadinha!!! Se já tive dias em que quase me apeteceu ir para a rua caçar, a probabilidade de sucesso da inciativa ditou que ficasse em casa.
E agora a onda não era essa.

E mesmo contrariado pela negação do impulso, acedeu e acho que realmente eu talvez lhe agradei mais por isso mesmo (homens!!!). E a  mim agrada-me muito mais a gratificação adiada!! Mas aproveitei para continuar a provocar e a brincar com ele, já que passou a ter um "tique nervoso" discreto, em algo semelhante ao movimento de vai-vem... (Oh meu Deus!...) o que me fez dizer-lhe "estás a ver... ao pé de mim, afinal tu és um menino! Mas onde é que está esse controlo?!?!"

No entanto, também fiquei a pensar "quem és tu? De onde vens?". Aquela necessidade de ir direito ao assunto deixou-me a pensar se estaria a comemorar 1 liberdade recém-adquirida ou se estaria a fazer a travessia do deserto... nenhuma das duas é muito boa, mas mal por mal, prefiro esta última!
Gosto de ir dormir cansada!!!

6 comentários:

Lisa disse...

Ai... o que me anda a apetecer ter uma noite assim... ;)

Feiticeira disse...

:))))
Bem-vinda.

GIRL POWER!
Exerce a tua sexy-ness
;)

Alentejanito disse...

Ufaaaa. Até fiquei cansado de ler tanta coisa. Isto para um alentejano na é fácil!
Gostei muito do teu texto, revela que és uma caçadora nata, em dias de lua cheia (ou de copo cheio) lol.
Beijos

TOUCH disse...

Só o poder da sedução é muitas vezes mais excitante do que uma queca em si...

Beijos

Lalisca disse...

Que o descanso te seja retemperador.

beijos

Anónimo disse...

realmente vejo que és uma caçadora nata e que me surpreendeste na positiva ,depois de encontrares alguem que te levou ao melhor sexo da tua vida ainda procuras o prazer de uma boa foda num acto momentaneo.espero que continues porque espero ter a sorte um dia destes.:)