quarta-feira, 23 de setembro de 2009

AMOR... no feminino




Podia chamar-lhe "MITO DE FILMES PORNOGRAFICOS - PARTE II" , mas o tema parece-me um pouco mais complexo.

Já tive várias propostas masculinas, várias mesmo, para não dizer muitas, para adicionar mais uma fêmea ao nosso sexo. De todas as vezes repudiei veementemente. E pretendo continuar a fazê-lo sem excepção! Não curto cona, não curto gajas. Mas de tantas vezes que os homens nos sugerem isto, que muitas mulheres acabarão por se tornar permeáveis. De qualquer forma, acho isto uma parvoíce masculina à semelhança de muitas, por não pensarem nas consequências. Ora vejamos

A primeira, é que se provavelmente uma mulher trata (de trato mesmo) bem de outra mulher, passando esta a gostar, porque raio não há-de ela virar lésbica se os homens nos tratam sempre muito pior do que outra gaja?!

Se naturalmente uma mulher é muito mais bonita que um homem (admito sem problemas. As suas formas são mais sexys e não estão repletas de pelos!) e natural e organicamente mais bem cheirosas, porque não há-de a gaja virar lésbica em exclusivo?!

Por outro lado, quando numa cena a 3, duas gajas estão na marmelada, o que é que o gajo restante pensa que lá vai fazer?!?!

Julga-se o salvador?! "Ah e tal vocês estão aí tão bem, mas eu é que tenho o pau!". Até pode ser, mas se elas estão mesmo a curtir, estão a lixar-se para ele.

Por outro lado ainda, geralmente se um gajo mal chega para aviar uma, sonha em aviar duas?!
Ok, é mesmo só um sonho, não?!

Homens, cuidem-se!!!!
(Se bem que eu cá por mim continuo é a querer pau!!! Bem enterrado em mim!)
;)

2 comentários:

desejo disse...

So do I...

João isidro disse...

bem explícito e bem claro. Só não há homem que fique a perceber se não quiser!!! Concordo ema bsoluto contigo e acho o texto delicioso, certeiro!!
eu, não tenho o fetish das 2 gajas precisamente por isso que afirmas, pelo contrário, divertido será 2 gajos e uma gaja! :)~bjs